Wifredo Lam – O Espírito da Criação

July 06, 2015

0 | 0 | 0 | 0

 

A exposição “Wifredo Lam: o espírito da criação” 1939-1976 propõe um olhar retrospectivo sobre a obra do mais universal artista cubano, desde sua estadia em Paris, entre 1938 e 1940 – cidade em que conhece Picasso e Breton – e sua passagem decisiva pela Havana nos anos 1940, a marca indelével da cultura haitiana, até as obras mais íntimas concebidas como gravador entre os anos 1950 e 1970.
A exposição enfatiza a natureza experimental da obra de Lam, o desenvolvimento progressivo através de diferentes fases, sua estreita relação com as culturas marginalizadas e a transposição poética que realiza destas culturas na sua pintura a partir do seu domínio absoluto do Cubismo e Surrealismo.
Na mostra encontramos também a presença dos mitos vinculados às religiões afrocaribenhas que exercem um peso tão importante em sua pintura, assim como a estreita relação que sua obra gráfica tem com textos de importantes poetas e escritores vinculados ao surrealismo europeu ou ao realismo maravilhoso americano. Como os franceses Gherasim Luca, Dominique Agostini, José Pierre e o colombiano Gabriel García Márquez.
O conjunto de obras que compõe esta exposição pertence ao Museu Nacional de Belas Artes de Cuba.

 

  • Curitiba 02 de Junho a 18 de Setembro de 2015 – Museu Oscar Niemeyer
  • São Paulo 23 de Março a 01 de Maio de 2016 – Memorial da América Latina

Ficha Técnica

    Curadoria

  • Roberto Cobas
  • Rodolfo de Athayde
  • Direção Geral

  • Rodolfo de Athayde
  • coordenação geral

  • Ania Rodríguez
  • gerenciamento de projeto

  • Jennifer McLaughlin
  • produção de montagem

  • Karen Ituarte
  • assistente executiva

  • Daniele Oliveira
  • gestão financeira

  • Lisiany Mayão